Por que a mulher sente tanta dor nas costas na gravidez?

SAÚDE

Por que a gravidez causa tanta dor nas costas?

30 de outubro de 2017, por Equipe Danone Baby

Há vários tipos de dores nas costas durante a gestação. A mais comum é aquela que aparece no pé da barriga, como é popularmente chamada a região pélvica. Saiba como amenizar e o que fazer para prevenir.


Antes mesmo de engravidar, a maioria das mães nem sequer imagina o quanto seus corpos e mentes irão se modificar num curto espaço de tempo – e como isso é prazeroso mas também dolorido.

Para conseguir suportar o tamanho do bebê, o útero precisa crescer e isso faz com que haja um rearranjo em toda a área abdominal: os músculos dessa região se enfraquecem, o que acaba por mudar o centro de gravidade do corpo feminino, forçando, assim, os nervos da coluna vertebral. O nome disso é lombalgia e é tão comum que atinge 8 em cada 10 mulheres grávidas, além de ser mais frequente no segundo trimestre de gravidez.

dor nas costas na gravidez

Outro fator determinante para o desenvolvimento de dores nas costas durante a gravidez é a presença dos hormônios da gestação: o nível do estrogênio aumenta 30 vezes e provoca um amolecimento das articulações pélvicas, localizadas na região da bacia, um pouco acima da vagina, popularmente chamada de “pé da barriga”, para que haja flexibilidade para o bebê sair durante o parto.

Além disso, as articulações do corpo de uma forma geral também sofrem com esse amolecimento, por isso tantas gestantes sentem dor quando estão de pé ou ficam sentadas por longos períodos. Todo o organismo de sustentação do corpo da mulher, que inclui ligamentos, discos e articulações, é sobrecarregado pois precisará sustentar não somente o seu peso, como também o do bebê.

Dor no ciático

Outra queixa muito corriqueira durante a gestação é a dor no nervo ciático, conhecido por ser o principal nervo dos membros inferiores — que vai da região do lombar até o pé. Por isso, algumas gestantes relatam sentir fraqueza ou formigamento nas pernas. Entretanto, é importante ressaltar que não há evidências científicas que comprovem que as dores no nervo são causadas pelo crescimento do útero para suportar o tamanho do bebê. Por isso, é importante que as mulheres que sentem dor nessa região procurem um ortopedista, pois essa dor pode estar sendo causada por outros fatores.

Como diminuir a dor na coluna

A maioria das dores na coluna causadas pela gravidez tendem a melhorar com o nascimento do bebê. Durante a gestação, para minimizar as dores nas costas, é fundamental que a mulher evite alguns comportamentos, como carregar peso, permanecer por muito tempo sentada ou com a postura incorreta, passar horas em pé e usar sapatos de salto alto.

Se a dor persistir, faça compressas de água quente e alterne com as de água gelada na região onde a dor é mais forte. Tomar banhos quentes também pode ser uma boa forma de aliviar o incômodo. Alguns especialistas também indicam o uso de cintas de sustentação, no caso de dores pélvicas muito latentes.

É bom prestar atenção, também, à posição durante o sono. Algumas mulheres percebem melhora quando se deitam de lado, com um travesseiro no meio das duas pernas ou colocado embaixo da barriga. Massagens também são bem-vindas e podem aliviar a dor.

Acima de tudo, a principal forma de prevenir o surgimento de dores na coluna durante a gestação é por meio da prática de atividades físicas para reforçar a região da pélvis, como ioga ou hidroginástica.



Referências bibliográficas

Revista FEMINA – Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia – (“Alterações posturais, de equilíbrio e dor lombar no período gestacional”)

Revista Brasileira de Anestesiologia – (“Lombalgia na gestação”)

Trabalho realizado no departamento de Tocoginecologia da Unicamp e Centro de Terapia e Reabilitação Integrada Municipal – (“Prevalência de dores nas costas na gestação”)

Universidade Estadual da Paraíba – (“Dor lombar na gravidez: Prevalência e efeitos dos exercícios terapêuticos”)