Como ordenhar: 20 dicas para tirar e armazenar o leite do peito

NUTRIÇÃO

Como ordenhar: 20 dicas para tirar e armazenar o leite do peito

06 de abril de 2018, por Debora Stevaux

Saiba quais são os métodos disponíveis para ordenhar e armazenar o leite materno


Depois de meses de dedicação exclusiva e o peito sempre à mão, o fim da licença-maternidade costuma ser o momento em que as mães têm de começar a ordenhar — a palavra é estranha, mas o verbo é este mesmo para todos os mamíferos  — e deixar o leite estocado para os momentos em que ficará longe do filho.

Retirar o leite dos seios também é uma saída para as mulheres que possuem o peito muito cheio  — desta forma, evitam o empedramento e, consequentemente, problemas nas mamas. O ato de ordenhar também é capaz de estimular a lactação, no caso das mães que precisam aumentar a produção de leite.

Mas, como fazer a ordenha? Apesar de existirem as bombinhas manuais e elétricas, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a extração manual, por minimizar os riscos de contaminação por bactérias e de rachaduras nos bicos do peito, além de ser a mais econômica.

O leite deve ser retirado após a mamada, caso o bebê não tenha esvaziado as mamas ou quando a mulher perceber que o peito está muito cheio. Esta é uma prática que requer muita paciência e os médicos afirmam que o volume de retirada depende de cada mulher: não se deve fazer comparações.