Como ordenhar: 20 dicas para tirar e armazenar o leite do peito

NUTRIÇÃO

Como ordenhar: 20 dicas para tirar e armazenar o leite do peito

05 de outubro de 2017, por Debora Stevaux

Saiba quais são os métodos disponíveis para ordenhar e armazenar o leite materno


Depois de meses de dedicação exclusiva e o peito sempre à mão, o fim da licença-maternidade costuma ser o momento em que as mães têm de começar a ordenhar — a palavra é estranha, mas o verbo é este mesmo para todos os mamíferos  — e deixar o leite estocado para os momentos em que ficará longe do filho.

Retirar o leite dos seios também é uma saída para as mulheres que possuem o peito muito cheio  — desta forma, evitam o empedramento e, consequentemente, problemas nas mamas. O ato de ordenhar também é capaz de estimular a lactação, no caso das mães que precisam aumentar a produção de leite.

Mas, como fazer a ordenha? Apesar de existirem as bombinhas manuais e elétricas, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a extração manual, por minimizar os riscos de contaminação por bactérias e de rachaduras nos bicos do peito, além de ser a mais econômica.

O leite deve ser retirado após a mamada, caso o bebê não tenha esvaziado as mamas ou quando a mulher perceber que o peito está muito cheio. Esta é uma prática que requer muita paciência e os médicos afirmam que o volume de retirada depende de cada mulher: não se deve fazer comparações.

tirar leite

Confira abaixo 20 dicas para extrair manualmente o leite do peito, armazenar o produto e oferecer o alimento ao bebê:

  1. Em primeiro lugar, opte por um lugar limpo, tranquilo e confortável. Uma poltrona ao lado de uma mesinha é ideal. Não faça o processo próximo de lixeiras, banheiros ou de animais, para evitar chances de contaminação.
  2. Retire anéis, pulseiras e relógios. Se tiver cabelos longos, prenda os fios. Coloque uma touquinha e uma máscara cirúrgica para cobrir a área do nariz. Caso você não possua a máscara descartável, utilize um paninho limpo. Essas medidas são fundamentais, especialmente se você estiver resfriada.
  3. Lave bem as duas mãos até a região do cotovelo, não economize no sabão neutro.
  4. Lave também os seios, principalmente o bico, mas apenas com água corrente.
  5. Evite a companhia de outras pessoas durante o processo, para reduzir as chances de contaminação.
  6. Esterilize o pote em que o leite ficará armazenado, que deve ser de vidro. Para fazer a esterilização, é simples, o coloque numa chaleira esmaltada com água e deixe ferver por quinze minutos.
  7. Não utilize os primeiros jatos de leite, descarte em um pano limpinho. Caso você tire o leite logo após uma mamada, não precisa desperdiçar tantos jatos. Mas se está apenas retirando, despreze um pouco mais.
  8. Posicione o pote de vidro, que deverá ter sido esterilizado, próximo ao seio.
  9. Massageie a mama com movimentos circulares e sacuda um pouquinho para auxiliar na saída do leite.
  10. Posicione o polegar exatamente onde acaba a parte mais escura da aréola, o dedo indicador e médio devem ficar logo abaixo do mamilo, exatamente opostos ao polegar.
  11. De maneira firme, fixe os dedos nessa posição e vá empurrando lentamente para trás. Não aperte com tanta força para não correr o risco de bloquear os vasinhos por onde passam o leite. Encontre seu ritmo e alterne os movimentos entre pressionar e soltar. Esse é um exercício de paciência. Você perceberá, aos poucos, que não precisa apertar toda a mama, e que isso varia de mulher para mulher.
  12. Pressione também os lados do seio para que o leite não seja retirado apenas de uma só parte.
  13. Não passe os dedos no mamilo, tampouco os esprema, pois você poderá se machucar. Se sentir dor durante o processo, fique atenta: talvez você esteja fazendo incorretamente.
  14. Depois que terminar de coletar, tampe bem o potinho para evitar a entrada de germes.
  15. Se você pratica a ordenha em lugares fora da própria casa, como o trabalho, tenha uma bolsa térmica destinada somente para o transporte do leite. Jamais o deixe destampado e fora da geladeira.
  16. Anote, em etiquetas coladas na tampa, a data em que a ordenha foi feita. Guarde o potinho no freezer.
  17. O leite materno não pode ser fervido. Após o descongelamento, deve ser armazenado em geladeira e consumido em até 12 horas.
  18. Aqueça em banho-maria apenas a quantidade que o bebê costuma tomar a cada mamada;
  19. Antes de oferecer o leite ao bebê, movimente o frasco lentamente para homogeneizar o líquido, ou seja, misturar os diversos componentes do leite materno.
  20. Quanto maior for o tempo de permanência do leite materno fora da geladeira, maiores são as chances de contaminação. Não abra a geladeira com regularidade para evitar variações de temperatura. Cheque também se a borracha ou a vedação do refrigerador está certinha.