DESENVOLVIMENTO

Por que e como estimular o bebê durante a gestação

30 de abril de 2018 , por Equipe Danone Baby

Conversar, ler historinhas ou massagear a barriga ajudam o feto a se desenvolver e fortalecem o vínculo entre mãe e filho


O feto passa, em média, 40 semanas no útero da mãe. Nesse período, ele não fica isolado em um espaço escuro, sem ouvir, ver ou sentir nada. Pelo contrário!  Desde muito cedo, o bebê já recebe estímulos do ambiente externo, como emoções e sensações que a mãe vivencia. E, por isso, é muito importante estimular o bebê na barriga.

Conversar, ler historinhas ou massagear a barriga ajudam no desenvolvimento e fortalecem o vínculo entre mãe e filho (Foto: iStock)

No sexto mês de gravidez, o bebê reconhece sons externos, especialmente a voz da mãe. Em seguida, de acordo com o Ministério da Saúde, ele passa a reagir a estímulos sonoros, como músicas e conversas. O cérebro se torna capaz de absorver informações e está apto a aprender.

Por isso, conversar com a criança desde a barriga é fundamental. Transmite conforto e segurança, além de ajudar no processo de  formação da linguagem. Segundo um estudo feito em 2013 por pesquisadores da Universidade de Helsinki, na Finlândia, o que os fetos escutam durante a gravidez, em especial quando a mãe conversa com eles, tem efeito notável sobre como aprendem a falar.

A construção de laços afetivos na gestação vai além da fala, podendo ocorrer de outras formas comotoques na barriga. Acariciar ou massagear a região ajuda a gestante a pensar no filho como uma pessoa real, o que contribui para a formação do vínculo entre os dois.

Conheça: Loja Oficial da Danone

Como se vê, conversar e interagir com o seu filho que ainda nem nasceu não é perda de tempo. É por meio desses contatos que pai e mãe vivenciam a gravidez de maneira saudável, com desdobramentos positivos no desenvolvimento da criança. Pronta para estimulá-lo ao longo dos noves meses de gestação? Veja como a seguir:

  • Cante canções ou ouça suas músicas favoritas;
  • Leia livros infantis em voz alta;
  • Converse com o bebê enquanto está caminhando ou realizando tarefas diárias;
  • Lembre-se: agora você não está mais sozinha. Fale com o bebê sempre que possível.



Referências bibliográficas

MInistério da Saúde (“Conheça todas as etapas do desenvolvimento do bebê” e “Babies listen and learn while in the womb”), Web Medical Team (“Bonding with baby before birth”), The Fertility Center of Las Vegas (Baby prep: the importance of talking to your baby in the womb”), Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (“A importância do vínculo materno no desenvolvimento infantil”)

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas

Média de 2,00 EstrelasBaseado em 1 votos

Loading...