DESENVOLVIMENTO

Como estimular o bebê a andar: cinco dicas efetivas

11 de outubro de 2018 , por Equipe Danone Baby

Atitudes pontuais dos pais e cuidadores podem fazer muita diferença nesse aprendizado


O primeiro ano do bebê é definido por vários marcos. E, sem dúvida, os primeiros passos são um deles. Normalmente, as crianças começam a andar quando completam o primeiro ano de vida – alguns podem começar a caminhar um pouco antes e outros, um pouco depois. Isso porque cada bebê se desenvolve em determinado ritmo e nunca deve ser comparado.

Mas não comparar não significa não estimular. Não é preciso pressa, mas é importante que os pais e cuidadores ajudem o bebê a desenvolver essa habilidade tão crucial no desenvolvimento. Veja abaixo dicas para estimular a firmeza e o equilíbrio dos pequenos.

Organize o espaço para proporcionar maior segurança

Você precisa ter em mente que, quando o bebê começar a dar os primeiros passos, ele alcançará lugares que nunca antes teve acesso. Por isso, afaste a mobília e deixe uma grande área para que ele consiga treinar sem se machucar. Ele também se apoiará em alguns objetos para ficar de pé antes de começar a andar sem apoio algum. Portanto, é importante prender os móveis na parede ou deixar os mais levinhos fora do alcance da criança para que não haja risco de acidente.

Posicione brinquedos em distâncias graduais

Essa é uma das formas de incentivar a criança a percorrer, cada vez mais, maiores distâncias, superando os próprios limites. Por isso, coloque alguns de seus brinquedinhos favoritos numa determinada distância e vá aumentando gradualmente. Comemore sempre que ele se aproximar, mesmo que não consiga chegar na distância correta de primeira.

Segure nas mãozinhas da criança

Se você ajudar o bebê dessa forma, a tendência é que ele crie maior autoconfiança. Isso porque ele se sentirá seguro e terá menos medo de se aventurar. Não é preciso receio de que isso o deixe mais preguiçoso. A tendência é só ele ficar mais treinado e apto a caminhar sem ajuda.

Converse com seu pequeno

Essa é uma das formas mais efetivas de estímulo. A voz dos pais acalma e dá mais segurança para os bebês, não à toa, eles são capazes de reconhecê-la desde muito cedo. Elogie seu filho a cada desafio vencido, assim ele ficará mais feliz e seguro para conseguir vencer os próximos.

Coloque a criança para andar em diferentes texturas de chão

Grama, terra, pisos de diferentes texturas. No começo, é indicado que seu pequeno ande em superfícies mais confortáveis como tapete de borracha, no entanto, com o passar dos meses, ele pode começar a caminhar em outras superfícies. Descobrir e sentir novas texturas com os pezinhos é uma das formas de estimulá-lo, além de proporcionar maior contato com a natureza, no caso de gramados, por exemplo.

Importante: Algumas condições médicas como a síndrome de Down e a paralisia infantil podem atrasar os primeiros passos do bebê. Normalmente, os pequenos com Down começam a andar com 2 anos de idade, mais ou menos. Já crianças com paralisia cerebral podem ter dificuldades de locomoção por toda vida.



Referências bibliográficas

Fundo das Nações Unidas para a Infância – “Como é a criança de 1 a 2 anos”, 2013.
https://www.unicef.org/brazil/pt/br_kit_fbf_album4_2013.pdf

Universidade de São Paulo – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – “Desenvolvimento Típico na Primeira Infância”, 2013. https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4142868/mod_folder/content/0/DESENVOLVIMENTO%200-3%20TRABALHO.pdf?forcedownload=1

American Academy of Family Physicians – “Baby’s First Steps”. https://familydoctor.org/babys-first-steps/

WebMD – “Your Baby’s First Steps”, 2017. https://www.webmd.com/parenting/baby/your-babys-first-steps

Fundação Oswaldo Aranha – “O desenvolvimento motor normal da criança de 0 à 1 ano: Orientações para pais e cuidadores”, 2011. http://web.unifoa.edu.br/portal_ensino/mestrado/mecsma/arquivos/37.pdf


Tags:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas

Loading...