Verão: 11 dicas para deixar seu bebê protegido e fresquinho no calor

COMPORTAMENTO

Verão: 11 dicas para deixar seu bebê protegido e fresquinho em dias de muito calor

30 de outubro de 2017, por Equipe Danone Baby

O recém-nascido sente calor? A partir de qual idade um bebê pode usar protetor solar infantil? A camisa de proteção UV protege mesmo? Saiba a resposta para essas e outras perguntas


Mesmo que o verão esteja previsto para começar, mais precisamente, no dia 21 de dezembro, as altas de temperatura já não estão dando mais trégua. E se nós já sentimos um desconforto imenso com o calor incessante da maioria das cidades, imagine só os bebês?

banho de sol bebe

Confira abaixo 11 dicas para seu filho curtir os dias mais quentes bem fresquinho e protegido:

  1. Se o pequeno estiver chorão e avermelhado, pode ser sinal de que está sentindo muito calor. Mudanças no humor são um termômetro de que ele não está se sentindo confortável: geralmente, eles ficam mais “chatinhos” ou “molinhos”. O aparecimento de manchas vermelhas e brotoejas é recorrente e, em casos mais graves, ele poderá se desidratar ou ter febre.
     
  2. Em dias muito quentes, pode ser uma opção dar mais de um banho no seu filho, porém mantenha a temperatura da água sempre morna. Nesse caso, use sabonete apenas em um dos banhos, para evitar ressecamentos e alergias na pele do bebê, que ainda é muito sensível.
  3. Evite agasalhar muito seu filho se vier aquela brisa de fim de tarde. Os bebês podem sentir mais frio do que o normal, mas não é algo de outro mundo. Uma das formas mais efetivas de resolver este problema é colocar sempre mais uma camada de roupa em comparação aos adultos.
  4. Crianças de até 6 meses de idade não tem a indicação de usar protetor solar, pois sua pele é extremamente sensível e fininha. Para se proteger dos raios solares da praia, por exemplo, uma das dicas é usar camisa de proteção UV. Depois do primeiro semestre de vida, o pediatra recomendará o uso de um protetor solar adequado. Lembre-se sempre de fazer o teste alérgico numa pequena região antes de aplicar no corpo inteiro, sob supervisão do seu médico.
  5. Sempre coloque roupas larguinhas e confortáveis. Sapatos muito apertados e que cubram o pezinho inteiro, nem pensar. Prefira camisetinhas regata e bermudas de tecidos leves.
  6. Deixe o pequeno andar descalço ou com sandalinhas abertas em dias muito quentes, Antes de deixar os pés livres, certifique-se que ele não queimará a sola dos pés.
  7. Sempre proteja a cabeça e os olhinhos do seu bebê, inclusive no início, durante os banhos de sol. Os raios devem incidir, primeiramente, nas pernas, para só depois atingirem a superfície dos braços e tronco da criança. Use chapéus e nunca deixe eles expostos diretamente por mais de meia hora.
  8. Os chapéus ou bonés deverão proteger também a região do pescoço, então prefira os mais amplos, tomando cuidado, é claro, para que não seja muito pesado para a cabecinha.
  9. Tome cuidado com os dias nublados, sem raios solares tão aparentes, pois o mormaço também queima, então, as medidas protetivas citadas acima servem tanto para os dias de sol a pino, quanto para os de menor incidência solar.
  10. Se você costuma levar o bebê com frequência à praia ou à piscina, também fique atenta ao reflexo do sol na areia e na própria água e o mantenha protegido.
  11. A exposição solar intensa e recorrente pode, de fato, causar queimaduras graves, desidratação e insolação. Alguns dos sintomas mais comuns, nesse caso, são a falta de ar, febre, tontura e manchas vermelhas na pele. Então, além de protegê-lo seguindo à risca todas as dicas acima citadas, mantenha-o hidratado.

 



Referências bibliográficas

SunSmart – Cancer Council Victoria – (“Sun protection for babies and toddlers”)

UK Cooperative Extension Service – University of Kentucky – College of Agriculture – (“Children’s Clothing – Sun Protection”)

Fundação Maria Cecília Souto Vidigal – (“Sol é bom, mas também pode prejudicar o bebê”)

Fundação Maria Cecília Souto Vidigal – (“A vitamina D é D+!”)

Fundação Maria Cecília Souto Vidigal – (“Mitos e verdades sobre calor e frio em recém-nascidos”)

 


Tags: Banho de sol