Mala para a maternidade: itens essenciais para mãe e bebê

COMPORTAMENTO

Mala para a maternidade: itens essenciais para mãe e bebê

25 de setembro de 2017, por Equipe Danone Baby

Roupas confortáveis para a mãe e roupinhas de bebê de acordo com a estação não devem ficar de fora na hora de preparar a mala para a maternidade.


A mala para a maternidade deve estar pronta com pelo menos 15 dias de antecedência à data provável do parto. Ela deve conter roupas, produtos de higiene pessoal e outros objetos que serão usados pela mãe e pelo bebê.

Preparar a mala com antecedência é importante para evitar estresse e correria quando a gestante entrar em trabalho de parto. Além disso, o bebê pode nascer antes do tempo. Se a mala não estiver pronta, a mulher pode ficar ainda mais ansiosa e preocupada.

Montar o enxoval do bebê é um dos momentos mais divertidos da gravidez. Aproveite ao máximo e escolha todas os itens com carinho e cuidado.

Como preparar a mala para a maternidade

mala para a maternidade

A Sociedade Brasileira de Pediatria disponibiliza uma lista com os itens essenciais.

Para o bebê

Não é preciso levar produtos de higiene para o bebê, pois eles são fornecidos pelo próprio hospital. As roupinhas devem ser organizadas em conjuntos para facilitar as trocar. Se quiser, a mãe pode identificar as mudas para cada dia. O recém-nascido passa ao menos 48 horas na maternidade, portanto é preciso estar prevenido e levar número suficiente de peças:

– Seis macacões de linha, lã ou plush (tecido leve e macio, próprio para roupinhas de bebê). Na hora de escolher as peças, considere a estação do ano. Levar apenas conjunto de lã durante o verão não é aconselhável e vice-versa.

– Seis conjuntos de camisetas-pagão ou bodies (camisetas que são abotoadas sobre a fralda, entre as pernas do bebê).

– Seis calças de malha com ou sem pezinho, dependendo da estação do ano.

– Duas mantas de linha ou lã, de acordo com a estação do ano.

– Seis viras de manta (pedaços de tecido cortados em formato triangular para colocar nas bordas das mantas e não incomodar o bebê).

– Seis pares de meias de algodão.

– Quatro pares de sapatinhos de linha ou lã, de acordo com o clima na época do parto.

– Seis casaquinhos de linha ou lã, de acordo com o clima.

– Uma touca de lã, linha ou malha para deixar a maternidade.

– Seis “fraldas de boca” (fraldas de pano para proteger mãe e bebê durante e logo após a mamada, quando pode haver retorno de leite).

– Enfeite para a porta do quarto com o nome do bebê.

– Lembrancinhas para oferecer às visitas.

Para a mãe

A gestante deve ter em mente que o conforto será seu maior aliado após o parto. Os primeiros dias serão cheios de novidades, como amamentar pela primeira vez e oferecer os primeiros cuidados. Portanto, nada de empacotar roupas e calçados desconfortáveis. É preferível levar:

– Camisolas ou pijamas confortáveis e com abertura na altura dos seios, para facilitar a amamentação.

– Um roupão.

– Sutiãs próprios para amamentação com abertura parcial na frente. Evite renda e costuras internas.

– Dois pares de chinelos (um para o banho e outro para se movimentar pela maternidade).

– Conchas ou protetores de seios para reter o leite que pode vazar nesse período.

– Produtos de higiene pessoal.

– Muda de roupa para deixar o hospital.



Referências bibliográficas

Sociedade Brasileira de Pediatria (“Filhos: da gravidez aos 2 anos de idade”)


Tags: Enxoval